Um mês…

Um acaso pensado,

Com brincadeiras despretensiosas,

E intenções virtuosas…

Numa madrugada de segunda-feira,

Onde bocas trocaram saliva,

As mãos trocaram carinhos,

E no final de tudo…

Ficou um desejo de quero mais.

Mas não teve final…

Teve um recomeço.

Será possível?!

Evidente… pois quando o ritmo é o mesmo,

E a melodia ecoa por cada célula do corpo,

Uma lembrança pode novamente acontecer,

Para uma relação assim se fortalecer,

Com as curiosidades e descobertas,

Que não param de ocorrer!

Trocamos palavras…

Sorrisos e expectativas…

E uma vontade tão louca,

E tão recíproca nos preencheu:

De estar junto!

Entre idas e vindas…

Medos e perspectivas,

Um mês hoje faz

De um pedido formal,

Inquieto e também natural,

Que nos levou a compartilhar,

A querer… a amar…

Um mês hoje faz

De um pedido especial,

De paixão sensacional,

Que soube no coração ficar,

E no marco-zero do tempo,

Começou a aflorar!

Um mês hoje faz,

Que eu descobri uma nova forma de paz,

Quando encontrei você…

Um mês medido de forma racional,

Aproveitado de maneira incondicional,

E por tudo o que foi revelado,

E na intimidade saboreado…

Temos muita coisa para sentir…

E se os céus assim permitir,

Quero contigo estar,

Para um caminho trilhar!

Um mês hoje faz do começo do namoro.

Que seja intenso!

Que seja doce!

Que a saudade não nos afaste!

E que nossa fé não diminua!

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e futuro jornalista.

2 pensamentos sobre “Um mês…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s