Depois do fim, o tempo

Difícil aceitar né?!

De repente você acorda e aquela pessoa não te pertence mais. O seu telefone já não recebe uma mensagem de “bom dia”.

De repente você já não tem mais um colo ou um peito para repousar.

De repente seu status se atualiza e o seu coração também…

Horrível! Nada pior do que o fim! Nada pior do que se reconstruir.

Conte-me da preguiça que você sente em conhecer novas pessoas…

Conte-me sobre aquele costume maldito que já estava instalado em você…

Nada mais triste que o fim!

De repente você sente saudade daquela pessoa e percebe que não pode mais tê-la.

E não há nada pior do que querer e não poder.

Sinto muito por você. E sinto também por mim.

A gente fica tentando enxugar as lágrimas e achar algo que nos traga conforto, mas nada vem à cabeça além da dor. Então, por fim, e depois de muitos fins, você descobre que chorar e sofrer é pura perda de tempo…

E você acaba percebendo que nessa vida, o tempo é a única coisa que você realmente não pode perder.

Esse texto é uma colaboração de uma amiga.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s