Timidez…

Um mal ou um bem?

Uma paralisia ou uma estranha liberdade?

Um medo… ou um atrevimento?

Isso é relativo.

As situações pelas quais passamos provocam nossos sentimento e reações de diversas formas, e nos levam a estados de pura ebulição psicológica: faço ou não faço? Começo a falar ou fico calado? Se eu iniciar uma conversar, parecerei idiota?

São tantos os questionamentos que surgem na cabeça que um texto só não seria suficiente, até porque a vida se encarrega de nos fazer (re)pensar essa timidez… de construí-la através de aspectos positivos.

Mas não dizem que timidez é algo ruim?

Mais uma vez: isso é relativo.

Eu mesmo… ainda me considero tímido para muita coisa, e totalmente o oposto para outras coisas. Acredito que o comportamento (ou estado) do tímido exerce uma inquietação e ao mesmo tempo um charme.

A inquietação é porque você não sabe como as pessoas reagiram a sua tomada de decisão, e como será os comentários posteriores. A inquietação é necessária para descobrir que você está vivo… que você pode sentir tudo isso e seguir em frente. E para isso acontecer é necessária uma certa dose de coragem… aquela dose que te embriaga e te deixa a sensação de revolução e faz acelerar o coração.

E o charme? Bem… O charme é envolvido pelos segredos não revelados que a imaginação deseja saber. São aquelas coisas e detalhes que fazem o ser humano: seduzir ou ser seduzido?; dançar ou não saber dançar?; mordida na orelha ou lambida no pescoço?; praia ou filme e brigadeiro em casa?; mãos na cintura ou atrás da cabeça? Cada indivíduo tímido tem um charme inquestionável e um mundo rico e criativo.

Faça da timidez:

Um bem…

Uma estranha liberdade…

Um atrevimento… Independente do que os outros vão pensar.

Há quem diga que é um extrovertido convicto… um falante por natureza… um desinibido desde sempre, e que timidez é a maior “frescura”. Não é assim. Acredito que cada pessoa tem um tempo para se revelar a si mesma e para revelar-se aos demais, e ser extrovertido não é condição fundamental para buscar isso acontecer, nem para deixar de ter plenitude na vida.

Timidez… um palco para descobertas… para sonhos e aventuras! Você aceita o desafio?

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e futuro Jornalista.

3 pensamentos sobre “Timidez…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s