Vale a pena se preocupar?

Será que eu vou conseguir? E se der tudo errado? E se eu ficar doente? E se….. ?

Esse tipo de pensamento lhe é familiar? Você já teve preocupação excessiva?

Todos nós temos preocupações. Aliás, esse tipo de comportamento foi essencial para a sobrevivência da espécie e ainda hoje desempenha um papel importante em nossas vidas. Ela nos coloca num estado de vigilância para que possamos prever possíveis perigos e logo pensarmos em soluções efetivas.

Porém, quando esse tipo de pensamento se torna exagerado e frequente, ele não só perde sua função, como nos atrapalha. Esses pensamentos invadem nossas mentes não resultando em qualquer solução de fato, apenas nos colocando num estado frequente de vigília e ansiedade.  Isto acontece de tal forma que ficamos desconectados de nós mesmos, do ambiente e do momento presente, prejudicando nosso desempenho e dificultando a resolução de problemas.

Por outro lado, quando estamos presentes e centrados, ficamos mais conscientes, temos mais clareza da situação, conseguimos acessar nossos recursos com mais facilidade, entre outros benefícios. O que aumenta, significativamente, nossa eficiência e realização. Ou seja, é importante se manter num estado de espírito positivo, para que você consiga acessar seus recursos e tirar o melhor de você mesmo diante das situações.

No processo de Coaching, é comum trabalhar com esses pensamentos que geram preocupação e os estados emocionais. Pois eles afetam diretamente a performance e o poder de realização do cliente.

Se você anda muito preocupado, seguem algumas dicas de como diminuir essa preocupação. Para que você possa se manter num estado que irá aumentar a sua produtividade:

  • Autoconsciência – Identifique quais situações, imagens e tipos de pensamentos lhe provocam preocupação.
  • Quando você notar que está entrando neste estado, conteste o pensamento ansioso com frases como: Qual a real chance de isso acontecer? Esse pensamento vale a minha preocupação?  Eu posso fazer algo para resolver isto agora? Quando a preocupação é contestada, conseguimos impedir o círculo vicioso desses pensamentos.
  • Neste momento, vale também utilizar de alguma técnica de relaxamento.

Portanto, antes de tentar achar solução para todos os possíveis problemas do futuro, pare e analise se seus pensamentos estão lhe ajudando de fato. Até que ponto vale você se preocupar com isto? A preocupação é boa quando ajuda a achar resoluções efetivas e ruim quando se torna excessiva, pois nos coloca em um estado de espírito negativo. Dessa forma você se colocará num estado positivo, que irá aumentar muito o seu bem estar e eficiência.

Uma ótima semana!

Por Bruna Lauletta, via blog Questão de Coaching

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s