Formação Administrador: estamos preparados para os desafios da atualidade?!

Mudanças pequenas e contínuas. Readequação de posturas. Análise de estratégias. A velocidade das transformações imprime uma constante busca pelo aprendizado, e preparação é a palavra de ordem para os administradores de hoje. O aprendizado não se limita a um curso técnico ou uma universidade, mas a tudo que o profissional pode fazer para aperfeiçoar suas habilidades e percepções, ajudando-o individualmente e coletivamente. Não quero antecipar um apocalipse – e nem é meu desejo fazer isto; no entanto, questiono a capacidade que os administradores têm para poder responder as necessidades que surgem. Esse questionamento tem fundamento pelo que eu vejo enquanto professor em dois focos: a necessidade de desenvolver uma visão de curto, médio e longo prazo e a capacidade de argumentar sobre sonhos e ideias.

A necessidade de desenvolver uma visão de curto, médio e longo prazo é um item que se amplia e amadure com o passar do tempo, é verdade; contudo, o tempo não é o único fator a pesar sobre a evolução desta característica. Como? Pelo fato de trabalharmos com pessoas, existe uma palavrinha que traz muito significado para diferenciarmos o perfil de um e de outro quanto à relação estabelecida entre o presente e o futuro: iniciativa. É a iniciativa que coloca o indivíduo um passo a frente a tantos outros, que o destaca por fazer mais do que o básico e que proporciona a experiência para fazer diferente e enxergar além da visão comum. Sendo assim, podemos considerar a iniciativa (de buscar, ajudar e/ou fazer) como um elemento de importância para pensar, se relacionar e fazer a curto, médio e longo prazo.

O segundo elemento deste meu questionamento é a capacidade de argumentar sobre sonhos e ideias. Sonhos e ideias são o passaporte para um futuro melhor e mais sedutor, e têm o poder de reinventar e ultrapassar as mais simples expectativas que já tivemos. É curioso como alguns indivíduos, mesmo sendo visionários, não conseguem tornar seu pensamento claro ao ponto de envolver outras pessoas ou empresas. Tudo bem que sonhos e ideias estão numa dimensão distante, no plano do abstrato, mas são plenamente possíveis de se realizarem… ainda mais se você acreditar no poder de mudança.

Talvez eu esteja errado… Ou esteja certo. Proponho este diálogo para refletirmos sobre como caminha a educação de nossos administradores, como estão associando a teoria de sala de aula com a prática que vão enfrentar no mercado de trabalho. Visão sistêmica… Gestão de pessoas… planejamento estratégico… Serão apenas conceitos ou elementos de uma perspectiva mais apurada, profissional e holística? Em tempos de forte competitividade, a gestão da formação profissional (e pessoal também) se faz extremamente necessária para pessoas e empresas para que ambos estejam preparados para os sempre presentes desafios. Você está preparado (a)?!

 

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e Blogueiro.

@CapitaoCoragem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s