Ninguém é perfeito, e a vida é assim

Nós somos educados desde pequenininhos para acharmos a pessoa perfeita para estar ao nosso lado. Ai vem o ideal do príncipe encantado montado num cavalo branco, da princesa extremamente bela e gentil, ou daquele grupo de amigos que tem TUDO haver com você – em resumo, todos têm gostos iguais. (Que chato!)

Mas quando crescemos, percebemos que não é assim. Decepções vão ocorrer… amigos vão te criticar…seu namorado que antes não chegava atrasado, passa a atrasar…enfim… um sem-número de situações vão colocar em xeque aquele ideal que nos foi passado outrora, com a realidade que hoje vivemos, sentimos e em algumas situações, sofremos. Acredito que um ponto fundamental é não querer a perfeição das pessoas, muito menos de nós mesmos. Pois digo, ser autentico dá muito mais trabalho do que ser perfeito. Qual foco você está dando? A autenticidade é uma arte de criar sensações transformadoras e a moeda de valor daqueles (as) que não são mais um na multidão.

 

Por Ricardo Verçoza – Professor, Administrador e Blogueiro

@CapitaoCoragem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s