“Você nasceu para viver e não para se preparar para viver”.

Nossa vida é um turbilhão, uma aventura, uma história em quadrinhos. Podemos escolher o que fazer, o que sentir, o que querer. Temos o poder da decisão, aquele poder que faz a diferença entre a ação e a inatividade. Como criaturas divinas, exercemos um papel de dar sabor ao mundo. Por acaso você já se alimentou com uma comida sem sal? Percebemos a diferença de uma comida com e sem sal. Da mesma forma, sua alma deseja dar este sabor, esta identidade, esta característica particular que só VOCÊ tem. Escutamos pessoas que parecem saber muito da vida: seus conselhos nos fazem refletir que não somos capazes, que não temos talento. Pessoas assim não se descobriram e fazem questão de nos dar o caminho errado. Mas o fundamental de tudo é se realmente queremos nos permitir a invadir o mundo com nossa essência: teria graça uma vida insossa e sem ousadia?

Por Ricardo Verçoza

2 pensamentos sobre ““Você nasceu para viver e não para se preparar para viver”.

  1. Se conselho fosse bom, ninguém dava, vendia. A cada um fica a escolha de perfazer seu próprio caminho, ou deixar-se ser levado pela vida. Mas depois não adianta reclamar do ponto de chegada. Muito bom o texto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s