Observar-se

Ser diferente é observar seu próprio condicionamento para amar, odiar, sofrer ou viver. Na plenitude somos talhados, moldados e cuidadosamente agraciados por uma natureza mais que fantástica. Saber se observar é aprender a desvendar coisas que aos olhos dos “normais” são supérfluo, mas aos olhos dos grandes são elementos da sensibilidade humana.

Por Ricardo Verçoza

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s